REDES SOCIAIS

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

ENTRE EM CONTATO 

© 2016 todos os direitos reservados

PUBLICIDADE

Posts Em Destaque

Exercício na gestação: "sarada", só se for "livre de doença"!

 

 Todos sabemos que, para se ter um corpo bem trabalhado é preciso boa alimentação e exercícios físicos adequados. Mas, será que é possível ser “sarada” na gestação?

Sobre dietas, as gestantes necessitam de alimentos que não condizem com os hábitos adotados comumente para perder gordura.

 

 Portanto, vou falar sobre a prática de exercícios para adquirir este corpo “sarado” neste período. A prática adotada para perder gordura se baseia em treinos intensos que elevam o metabolismo. No entanto, a gestação já deixa o metabolismo mais elevado, fazendo com que a mulher necessite de uma ingestão calórica maior. Quando ela faz exercício e não adéqua a alimentação, há risco de desnutrição do feto.

 

 

 Além disso, a elevação da temperatura provocada pelos exercícios intensos e os esforços gerados em algumas posições podem afetar o transporte de oxigênio e resultar em má formação neural. Esse risco é comprovadamente maior em mulheres treinadas, pois a probabilidade de elas passarem do limite é maior. É claro que existem mulheres que treinam super intenso na gestação e nada acontece com o feto. Porém, só o fato de existir o risco já faz desta prática contraindicada. Além disso, mesmo que o dano não seja visível e permanente, pode existir o sofrimento do bebê.

 

 Portanto, o ideal é não querer se tornar uma “atleta” neste período e não fazer exercícios que não estava habituada a fazer. Atividades esportivas também não são indicadas, pois você não controla alguns fatores que podem colocar em risco sua saúde e a do bebê, como uma bolada, um “encontrão” com alguém, quedas, escorregões, e por aí vai.

 

 Sou super a favor de se treinar durante a gestação, tanto que acompanho e já acompanhei várias alunas neste período. Porém, o objetivo maior deve ser melhorar a saúde da mãe e da criança, e isso inclui exercícios para fortalecer a musculatura, aliviar possíveis dores, controlar a pressão, glicemia e ansiedade, melhorar a circulação, facilitar o parto e as condições físicas no pós-parto. E não simplesmente ter um corpo “sarado”. Mulheres que são ativas fisicamente antes e durante o parto, voltam à forma com mais facilidade e contribuem para a saúde do filho! Portanto, nem exercício demais nem de menos. O equilíbrio, atrelado à uma boa orientação, é a chave do sucesso.


 Curta a gestação! Ela é um momento especial na vida da mulher. Não se deixe levar por cobranças estéticas, foque na sua saúde e de seu filho. Aproveite cada um dos 9 meses, pois eles resultarão no maior amor do mundo e numa benção para o resto da sua vida.

 

Conhece o Programa 9fit? Saiba mais aqui como deixar seu corpo em forma depois do parto!

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload